sexta-feira, 3 de julho de 2015

Amor Acolhedor

                                                    
Abortos e Abortados
de Doriana Tamburini

Por mais difícil que seja este tema, é hora de encararmos muito mais do que apenas a parte social como nossa responsabilidade. É hora de entrarmos nos campos espirituais e energéticos desta questão. Como explicar o que descobri nessas questões além do emocional, sobre energia?
Esta dos Abortos e Abortados venho desvelando há anos pois seus mistérios me intrigavam. Percebia que inicialmente por questões religiosas ou culpa, as pessoas ficavam derrubadas. No entanto, anos mais tarde, verifiquei que todos que eu conhecia que tinham passado por este tema, as vidas nunca mais foram as mesmas. Fui analisando e me cercando de informações. Parecia que a vida dava para trás literalmente.
Fui conversando com pessoas até que um amigo me explicou todos os sintomas que as pessoas sentem ao abortarem: depressão, fuga da luz do dia, medos, síndrome do pânico e perseguição entre outras paranóias. O abortado, dizia ele, fica presente, triste ou revoltado por isso, é preciso encaminhá-lo num ritual da Seicho No Ie ou da Chama Violeta.
Ok, sugeri várias vezes aos meus amigos e clientes. Ao longo dos anos, a maioria voltava a ter alguns problemas cuja história me intrigava, portanto, comecei a ir mais fundo nos atendimentos.
Novamente, por algum tempo funcionou. Recomeçou um antigo problema de chips e placas nos corpos com dores localizadas. Nem imaginava uma história estar relacionada à outra. Pedi às pessoas que deitassem na maca para que pudéssemos remover ambos. Minha surpresa começou quando percebi que os elementais de abortos continuavam ali há anos.
Comecei a remover esses também com a ajuda dos médicos Ets e da Terra, em especial Druva, uma base espacial de ajuda genética que ajuda nossa Humanidade na parte de desenvolvimento evolutivo e vibracional de consciência.
Notei que os seres que estavam ligados aos corpos femininos tinham vibração baixíssima e nenhum tipo de laço afetivo. Estranhei muito pois não sabia que podia acontecer isso e o motivo de estarem ali eram a raiva, o ódio e a vingança.


Se com a Fraternidade dos 12 Raios eu cuido do Projeto Vida com Sanat Kumara e Ets, na Central do Equilíbrio cuido de problemas que se apresentam, encontrando soluções e descobrindo charadas.


Os sopros nos ouvidos e a intuição lógica funcionavam juntos: comecei a chamar pelo anjo do feto e assim apliquei uma técnica de encaminhamento do Anjo que aprendi no Aquantarium. Depois recuperava o elemental do corpo do bebê e tive algumas surpresas pois, muitos estavam presos nos corpos das mães e chamamos por Lemuel o Sr. dos elementais.